Mercado de Homecare

A necessidade de profissionais qualificados móveis na área de saúde e a crescente demanda resultante do envelhecimento da população estão impactando o mercado de saúde, especialmente no que diz respeito à saúde domiciliar (homecare). Em 2016, por exemplo, 8,5% das pessoas no mundo (617 milhões) tinham 65 anos ou mais. Segundo novo relatório, esse percentual deve saltar para quase 17% da população mundial em 2050, o que corresponde a cerca de 1,6 bilhão de pessoas. Esta geração tem exigido um atendimento cada vez mais humanizado e personalizado que atenda as necessidades de cada indivíduo, o que reflete diretamente no aumento pela procura por serviços de saúde homecare.

Nos últimos seis anos, o número de estabelecimentos que prestam serviços de homecare quase triplicou no Brasil. Segundo boletim econômico da Federação dos Hospitais, Clínicas e Laboratórios do Estado de São Paulo (Fehoesp), o país já tinha 392 dessas clínicas no ano passado, enquanto que em 2011 eram apenas 138.

Essa necessidade de prestar cuidados em casa criou uma demanda crescente por profissionais de saúde móveis. No entanto, há uma grande dificuldade em contratar pessoal para acompanhar esse novo nicho de mercado. De acordo com a consultoria DHI Group, hoje é preciso um recorde de 49 dias para preencher uma posição na área de saúde. Isso representa duas semanas a mais do tempo necessário para ocupar uma posição no competitivo setor de TI. Uma pesquisa realizada em Wisconsin, nos EUA, descobriu que 85% das agências de homecare não tinham profissionais suficientes para cobrir todos os turnos e 43% não preenchem seus turnos pelo menos sete vezes por mês.

Dada à necessidade de atender a essa demanda crescente, juntamente com a dificuldade em encontrar e reter auxiliares, enfermeiros e outros trabalhadores de qualidade, é importante que as organizações de cuidados domiciliares encontrem formas de atrair e manter seus talentos. Uma maneira de atrair os trabalhadores é fornecer um cronograma mais consistente e confiável, permitindo que o funcionário consiga planejar melhor a sua vida. Para isso, o mercado já oferece recursos tecnológicos de otimização de cronograma que podem ser ótimos aliados neste processo.

 

Ofereça equilíbrio entre Trabalho x Vida

Os funcionários valorizam muito o equilíbrio entre trabalho e vida pessoal. Alguns atingem esse equilíbrio por meio de contratos, mas outros também esperam que as organizações ofereçam flexibilidade em suas vidas profissionais. No entanto, muitos provedores de serviços de saúde ainda usam tecnologias antigas, bem como processos manuais para controlar a agenda dos colaboradores. Isso leva a um planejamento de curto prazo que não oferece nenhuma consistência de longo prazo para os funcionários.

A otimização do cronograma possibilita que as organizações forneçam aos funcionários uma visão de longo prazo de seus cronogramas, permitindo que eles gerenciem melhor suas vidas externas. De fato, 17,7% dos cuidadores afirmam que sua seleção de agências foi baseada no cronograma de trabalho que atende seu estilo de vida. O planejamento de longo prazo também ajuda as organizações de saúde a mapear a demanda por recursos para ajudar a reduzir os custos de horas extras, já que é possível ter uma visão real da disponibilidade e da demanda futura.

 

Crie operações mais eficientes

Outra boa maneira de recrutar e reter funcionários é eliminar ineficiências desnecessárias em sua vida diária de trabalho. Uma área que pode ser otimizada é o tempo gasto no trajeto para consultas ao paciente. Rotas mal planejadas aumentam a frustração, levam a um menor engajamento e até aumentam o estresse. A tecnologia de otimização de cronograma torna os funcionários mais eficientes com atualizações de tráfego em tempo real e melhor planejamento de rotas. Diminuir a quilometragem acionada por sua força de trabalho móvel, por exemplo, ajuda não apenas os funcionários, mas também impacta diretamente o meio ambiente e as finanças, devido ao menor consumo de combustível.

 

Invista em tecnologia

Os trabalhadores da próxima geração, que têm o potencial para preencher as atuais lacunas de emprego, têm necessidades diferentes das gerações passadas. Por exemplo, os millennials têm pouca tolerância a tecnologias ultrapassadas que os impedem de realizar o trabalho de que realmente gostam. Por exemplo, uma pesquisa com 1.000 milênios conduzida pela Microsoft revelou que 93% citaram tecnologias modernas e atualizadas como um dos aspectos mais importantes de um ambiente de trabalho.

A tecnologia de otimização de cronograma utiliza Inteligência Artificial e Machine Learning, recursos de ponta que tornam as operações mais eficientes e o trabalho diário mais fácil. Essas tecnologias são atraentes para os novos funcionários, pois eles passam a enxergar a organização como um empregador moderno que está investindo em tecnologia que impacta positivamente suas vidas.

 

Escale sua organização

A otimização de cronograma permite uma escala e eficiência do trabalho que seria impossível com processos puramente manuais. A tecnologia de otimização de cronograma é uma maneira comprovada e confiável de ajudar uma organização a crescer, já que compreende a demanda e agenda os recursos adequadamente. Esse tipo de tecnologia não só ajuda a atrair funcionários, como engaja os atuais para que eles permaneçam e estejam mais bem equipados para fornecer os cuidados necessários para melhorar a qualidade de vida dos pacientes.

 

Este artigo foi escrito por Morris Menasche, vice-presidente de Vendas da ClickSoftware para América Latina.

Veja mais posts relacionados