Missas de Sétimo de Dia em memória à Wanessa Portugal serão realizadas em São Paulo e Minas Gerais

A partir de hoje (4/2), serão celebradas Missas de Sétimo Dia em memória de Wanessa Portugal, CEO da Pró-Saúde, em todo o País. A advogada faleceu no dia 29 de janeiro no Hospital Sírio-Libanês (SP), onde lutava contra o câncer.

Em São Paulo, a primeira missa será realizada na segunda-feira (4/2), às 17h, na Sede Administrativa da Pró-Saúde (rua Guaicurus, 563 – Água Branca), reservada para colaboradores da instituição. As unidades gerenciadas pela Pró-Saúde também realizarão missas em memória de Wanessa Portugal em 11 Estados do País.

Na terça-feira (5/2), familiares, amigos e autoridades participam da Missa de Sétimo Dia, às 19h, na Igreja da Ordem Terceira do Carmo. O endereço é avenida Rangel Pestana, 230, na Sé, no Centro da capital.

Em Minas Gerais, também foi realizada a Missa de Sétimo Dia, no domingo (3/2), na Fazenda Angola, às 9h, em Boa Esperança, cidade natal de Wanessa Portugal. Mais tarde, às 19h, foi realizada missa na Paróquia Santa Rita.

 

Perfil

Wanessa Portugal tinha 41 anos e não deixou filhos. Graduou-se em Direito pela Universidade de Alfenas (UNIFENAS) e fez pós-graduação em Direito Empresarial pela Escola de Direito de São Paulo da Fundação Getúlio Vargas (FGV).

Era sócia do escritório Portugal Advogados Associados. Também atuou como secretária Geral e Diretora da Câmara de Conciliação, Mediação e Arbitragem do Centro das Indústrias do Estado de São Paulo e Federação das Indústrias do Estado de São Paulo (CIESP/FIESP). Entre os anos de 2004 e 2007, trabalhou como assessora do Tribunal de Justiça do Estado de Minas Gerais (TJMG), na Comarca de Contagem (MG).

Foi Diretora Jurídica e de Filantropia da Pró-Saúde e, em fevereiro de 2018, assumiu a Diretoria Executiva-Geral da entidade, participando ativamente de mudanças significativas para a instituição, como a nova identidade organizacional, lançada em março de 2018, e a modernização da gestão corporativa que teve como ação principal a implantação do Programa de Governança e Integridade da instituição. No último ano, Wanessa Portugal se dedicava com mais afinco na finalização de dois importantes projetos voltados para o debate sobre a saúde pública no Brasil e Compliance no setor. As publicações estavam previstas para este ano.

 

Homenagens

Wanessa também foi velada em São Paulo e Minas Gerais. A despedida, na cidade de Boa Esperança foi marcada por forte comoção. Uma missa de corpo presente foi presidida pelo cardeal Orani João Tempesta, com a participação do presidente da Pró-Saúde, Dom Eurico dos Santos Veloso.

Centenas de homenagens e condolências foram recebidas pelos pais de Wanessa e seu irmão e familiares. Além de Tempesta e Veloso, religiosos de diversos Estados compareceram ao velório para se despedir e conduzir as exéquias, ritos católicos fúnebres, religião da qual a advogada e sua família eram devotos. Estiveram presentes, também, Dom João Bosco Óliver de Faria, arcebispo emérito de Diamantina (MG), Dom Diamantino Prata, bispo emérito de Campanha (MG), Monsenhor André Sampaio, tesoureiro da entidade, Dom Hugo da Silva Cavalcante, segundo vice-presidente, padre Guanair Silva Santos, conselheiro, padre Fernando da Silva Moreira, capelão do Hospital Sírio-Libanês e religiosos de outras cidades que co-celebraram a missa.

Os prefeitos de Boa Esperança, Hideraldo Henrique Silva, de Campo do Meio, Robson Machado de Sá, além do juiz de Direito da Comarca de Minas Gerais, Ricardo Acayaba Vieira, e empresários mineiros prestaram suas últimas homenagens.

Luís Carlos Baldino Gambogi, desembargador do Tribunal de Justiça de Minas Gerais, presente no velório, disse que “Wanessa hoje é chamada à presença do Senhor e, nós, pequeninos, ajoelhamo-nos humildemente a Seus pés e pedimos, com a força de nossa fé, que a acolha em Seus braços, que conforte seus pais e seu irmão”.

Também se manifestaram, o reitor da Unasp e vice-presidente do Fonif (Fórum Nacional das Instituições Filantrópicas), Euler Pereira Bahia; a presidente do Conima (Conselho Nacional das Instituições de Mediação e Arbitragem), Fernanda Rocha Lourenço Levy, entre outros. Autoridades jurídicas, dos setores de saúde e filantropia, religiosos e empresários divulgaram nota de pesar pelo falecimento. As menções estão disponíveis no site da Pró-Saúde.

Veja mais posts relacionados

HMC tem nova superintendente

O Hospital Márcio Cunha (HMC), administrado pela Fundação São Francisco Xavier (FSFX), empossou a nova superintendente da unidade: a médica...