Grupo DASA investe em nova Unidade DASA Batel, em Curitiba (PR)

Fundado em 1945, o Laboratório Frischmann Aisengartrepresenta um marco para a história do Brasil. Afinal, a fundadora Fani Frischmann Aisengart foi uma das primeiras mulheres brasileiras a criar um laboratório clínico e uma das primeiras a estudar Medicina no Estado do Paraná.

Em 2005, o Laboratório foi adquirido pelo Grupo DASA e, atualmente, possui mais de 40 unidades em Curitiba, na região metropolitana, no litoral e no interior do Estado. Na cidade de São José dos Pinhais (PR) também está presente um Núcleo Técnico-Operacional para o processamento dos exames do DASA.

Na busca constante por expansão para ampliar a marca, o Grupo passa a investir na criação de mais uma unidade com o projeto do laboratório DASA Batel, na capital paranaense. “É de grande importância a unidade modelo do Frischmann em Batel, que é um dos principais bairros de Curitiba, integrando este equipamento urbano de saúde à sociedade, o modernizando e valorizando inclusive a região”, ressalta Raphaël Rodrigues Ferreira, arquiteto do DASA.

As obras, que começam ainda no segundo semestre de 2018, serão em um terreno de 2.701,09 m², com área construída de 1.401,83m². Para a realização deste trabalho, o DASA e a equipe da PGMAK, escritório responsável pelos projetos, trabalharão em quatro fases que envolvem: demolição parcial, construção da edificação, demolição restante e construção do estacionamento.

 

 

“O projeto foi desenvolvido em conjunto com o setor de arquitetura do DASA e trata-se da construção de um novo edifício em terreno atualmente ocupado por cinco construções antigas”, conta Kadu Furtado, diretor e arquiteto da PGMAK.

A equipe da Construtora irá demolir esses prédios para a construção de um único edifício com o novo conceito de atendimento e modernização. “A proposta da PGMAK foi desenvolver o projeto executivo de forma multidisciplinar, tais como: levantamento topográfico, arquitetura, urbanização, sondagem, fundação, estruturas, instalações elétricas, hidráulicas, sistemas eletrônicos e climatização, com premissa no layout elaborado pelo DASA”, revela Furtado.

Com o novo espaço, os usuários contarão com uma estrutura completa para atender às necessidades no atendimento. No térreo, haverá uma recepção principal com espera de 94 lugares; balcão de retirada de resultados; 20 salas de coleta, sendo 5 delas de coleta com maca; café; espaço kids; sala de classificação e distribuição de amostras e estacionamento.

Já no pavimento superior, o espaço irá compor uma sala de espera de 45 lugares; oito salas de vacinas; uma sala de coleta VIP; duas salas de coleta ginecológica; três salas de coleta espermograma; uma sala de curva glicêmica para 21 pessoas; uma sala de coleta de medula e 14 boxes de provas hormonais, sendo um deles com esteira ergométrica.

Segundo Raphaël Rodrigues Ferreira, arquiteto do DASA, um dos principais desafios deste projeto é manter a continuidade de atuação e do faturamento da unidade atual. “Após a construção da nova edificação, haverá a demolição desta antiga”, explica.

E para Furtado, da PGMAK, os desafios envolvem a aprovação da Prefeitura de Curitiba. “Tivemos que fazer uma adequação no projeto por conta de uma diferença do perímetro existente com a escritura do imóvel. Por garantia, foi considerado em projeto um recuo obedecendo essa diferença que invade o terreno.”

Estética e sustentabilidade
Por estar localizado em um bairro nobre de Curitiba, o empreendimento recebeu um grande destaque na fachada. “Compõe de uma caixa em pele de vidro com iluminação diferenciada (LED) dando uma leveza e destacando-se do restante da fachada em alumínio composto (ACM), e na lateral foi implantado um imponente pergolado com destaque nas cores da logomarca Frischmann”, revela Furtado.

Entretanto, estética não é a única preocupação dos profissionais envolvidos no projeto do DASA Batel. Afinal, a sustentabilidade também é primordial nos dias de hoje e foi incluída em diversos aspectos. Por isso, o projeto conta com reservatório de reuso da água para áreas ajardinadas, luminárias com lâmpadas econômicas em LED, torneiras com fechamento automático.

Além disso, os profissionais envolvidos tiveram total cuidado para a preservação de uma araucária, espécie arbórea predominante na região Sul do país. “A árvore está localizada na área do estacionamento. Iremos também construir uma parede verde com mais de 10 metros de altura e incluir espécies nativas no paisagismo”, ressalta Furtado, arquiteto e diretor da PGMAK.

Tecnologia e comididade aos usuários
Com expertise na área da saúde, a PGMAK atua desde em pequenos empreendimentos, como centros ambulatoriais, até grandes redes de hospitais. Por isso, sempre está atenta para as novas tecnologias para beneficiar ainda mais seus clientes.

Dessa forma, a edificação do laboratório DASA Batel será construída com estrutura de concreto com alvenaria e fachadas em ACM e caixilharia de alumínio com vidros laminados e com controle solar. Aliás, a escolha dos materiais foi pensada para atender a proposta de ambientes leves e aconchegantes, interagindo com padrão do Laboratório.

Essa matéria foi publicada na 28ª edição da revista HealthRAQ. Clique e confira a publicação.

Veja mais posts relacionados

Login to your account below

Fill the forms bellow to register

*Ao registrar-se em nosso site, você concorda com os Termos e Condições ePolítica de Privacidade.

Retrieve your password

Please enter your username or email address to reset your password.