Equipes robôs reduzem custos e aumentam eficiência

Cada vez mais comum nos hospitais, a automação de processos vem mostrando resultados positivos e se tornando um diferencial competitivo

Muitos gestores de instituições de saúde já veem na automação de processos uma alternativa viável para otimizar custos, aumentar a eficiência operacional e reduzir erros. O surgimento de empresas especializadas em automação, somadas a evolução tecnológica e maior acesso a uma internet de qualidade ajudaram a popularizar este mercado e facilitar o acesso às novas tecnologias.

Substituir processos manuais por ferramentas digitais é cada vez mais comum no setor de saúde, principalmente dentro das áreas administrativas dos hospitais voltadas para gestão de força de trabalho, recursos humanos, departamento financeiro, compras, logística e atendimento ao cliente.

Dentro da visão estratégica de que a automação ganha espaço dentro dos processos administrativos o Hospital Adventista de São Paulo vem testando uma série de robôs em algumas de suas rotinas administrativas. “Estes robôs não ficam doentes, não faltam ao trabalho ou são afastados por razões médicas. Eles trabalham 24 horas, não ganham hora extra ou fazem horário de almoço. Além disso, eles permitem que nossa força de trabalho execute tarefas mais estratégicas com maior qualidade e tempo”, acrescento o CIO do Hospital Adventista, Fábio Carvalho.

De acordo com o executivo, um dos projetos pilotos de automação que vem sendo executados na unidade hospitalar é um chatbot que interage com o beneficiário do plano de saúde ligado ao hospital e permite a ele realizar diversas tarefas como, emissão de guias de exames, segunda via de boletos, informações sobre rede credenciada e outras tarefas que, por meio de um atendente humano gastaria mais tempo. Essa automação reduz o número de chamadas ao call center do hospital, otimiza o tempo de atendimento e reduz o número de erros de atendimento.

Outro robô desenvolvido pelo hospital atua na área administrativa com as autorizações relacionadas à operadoras. Ou seja, com um robô, a instituição evita que um profissional seja deslocado para acessar o sistema e autorizar manualmente procedimentos médicos como cirurgias, por exemplo. “Cada convênio tem seu próprio procedimento para realização de pedidos, e o robô veio para realizar essas tarefas de maneira automática”, completa Carvalho.

A terceira frente de trabalho que está em processo de automação é a elegibilidade de pacientes. O CIO do Adventista explica que, antes, o paciente que chegava ao pronto-socorro do hospital e apresentava seu cartão do convênio ao colaborador que precisava entrar no site do convênio e checar as informações do beneficiário. Hoje, com este processo automatizado a recepção do hospital precisa apenas checar o número do cartão do paciente e o robô realiza toda a tarefa de checagem. “Este processo otimiza muito o tempo de atendimento, consequentemente conseguimos aumentar o número de atendimentos e a receita do hospital”, explica o CIO.

Outra ferramenta que vem auxiliando o hospital e reduzindo custos é uma ferramenta que faz a integração da área administrativa com a área de SuplyChain, fazendo com que toda a cadeia de suprimentos do hospital seja atendida de maneira automática. A ferramenta direcionada para realizar a gestão de estoques do hospital verifica o inventário e, sempre que algum suprimento estiver em níveis críticos o software faz a solicitação de orçamento para os fornecedor já cadastrados e encaminha aos tomadores de decisão da unidade de saúde. “Essa ferramenta vem auxiliando os gestores a manter os estoques do Adventista dentro do programado, evitando rupturas na cadeia de abastecimento e compras emergenciais, que geralmente saem mais caras”, conclui Fábio Carvalho.

Quais são os benefícios da automação para as empresas?

  • Redução do tempo de produção e execução de tarefas
  • Permite o gerenciamento de processos
  • Integra diversos setores dentro da empresa, facilitando a comunicação entre departamentos
  • define e controla indicadores de desempenho
  • Realiza o monitoramento de resultados em tempo real
  • Otimizar a tomada de decisões
  • Reduz o tempo de atividades operacionais
  • Possibilita que vulnerabilidades, má aplicação de recursos e pontos críticos da empresa sejam identificados e corrigidos
  • Gera relatórios precisos sobre os índices de produtividade da empresa
  • Permite a integração de multiplataformas

 

  • Matéria publicada na edição 12 da revista Health-It.

Veja mais posts relacionados

Login to your account below

Fill the forms bellow to register

*Ao registrar-se em nosso site, você concorda com os Termos e Condições ePolítica de Privacidade.

Retrieve your password

Please enter your username or email address to reset your password.