Distorções na saúde são apresentadas pela ABRAIDI na CGU

AAssociação Brasileira de Importadores e Distribuidoresde Produtos para Saúde– ABRAIDI esteve representada, na última quarta, em Brasília, na sede da Controladoria Geral da União – CGU, para apresentar os resultados do estudo “O ciclo de fornecimento de produtos para a saúde no Brasil”. O presidente da entidade, Sérgio Rocha, e o diretor-executivo, Bruno Bezerra, foram recebidos pela secretária de Transparência e Prevenção da Corrupção da CGU, Claudia Taya, e pelo coordenador geral de Auditoria da Área da Saúde da CGU, Alexandre Gomide Lemos.

Sérgio Rocha e Bruno Bezerra destacaram que as retenções de faturamento chegaram, conforme apurado no estudo, a R$ 539,6 milhões, sendo R$ 331 milhões retidos por convênios, planos de saúde e seguradoras, R$ 113,8 milhões por hospitais privados e R$ 94,8 milhões por hospitais conveniados ao SUS. Já as glosas previamente autorizadas totalizaram R$ 100,8 milhões e atingiram 87% dos pesquisados. Os planos de saúde representam 79% deste universo, os hospitais conveniados ao SUS 7% e outras fontes pagadoras 15%. O terceiro problema apresentado, durante o encontro, foi a inadimplência que afetou 91% dos associados. A estimativa com perdas por conta da falta de pagamento foi de R$ 692,2 milhões.

O presidente da ABRAIDI ressaltou que o objetivo do levantamento não é culpar ninguém, mas jogar luz no problema e, juntos, o setor encontrar uma solução comum. “Estamos visitando órgãos de controle, governos, o Legislativo, agências reguladoras e entidades de classe para mostrar os resultados obtidos e deixar claro que não dá mais para seguir dessa forma”, desabafou Sérgio Rocha.

O estudo foi realizado com mais de 300 empresas associadas, que geram 13.600 empregos diretos e faturaram R$ 5,5 bilhões, em 2017.

Veja mais posts relacionados

Siemens adota plataforma IoT na FEI

MindSphere, sistema operacional aberto baseado em nuvem da Siemens, será integrado ao avançado laboratório de manufatura digital da Engenharia de...

Fenasaúde terá nova Diretora-geral

A advogada e engenheira Vera Valente será a nova diretora-geral da Federação Nacional de Saúde Suplementar (FenaSaúde), substituindo o engenheiro...

Login to your account below

Fill the forms bellow to register

*Ao registrar-se em nosso site, você concorda com os Termos e Condições ePolítica de Privacidade.

Retrieve your password

Please enter your username or email address to reset your password.